Notre Dame de Paris entra em nova fase rumo à reconstrução

A restauração da Notre Dame de Paris entra numa nova fase, na ‘corrida’ para ser reconstruída e reabrir ao público até 2024, prazo fixado pelo governo francês.

Notre Dame de Paris, quase dos anos após o trágico incêndio de 2019

Agora, é hora escorar as abóbodas da catedral, mais danificadas com o incêndio de abril de 2019, quando a flecha desabou e o teto de madeira ruiu com o fogo.

Para reforçar a estrutura, escoramentos gigantes que você confere a partir da segunda imagem. Serão fixados no teto da catedral a uma altura que pode chegar a 30 metros.

Cada escoramento é formado por 15 peças de madeira, que, juntas, pesam aproximadamente uma tonelada e meia. A fixação se dará com a ajuda de um macaco hidráulico.

Ao todo, são 52 escoramentos, que estão sendo produzidos pela Le Bras Frères, na área rural de Meurthe-et-Moselle, a 300 quilômetros de Paris.

A Le Bras Frères é a mesma empresa de engenharia que atuou na restauração da cúpula do Panteão de Paris e da capela real do Château de Versailles.

Os escoramentos entrarão por uma abertura da catedral, onde vitrais foram retirados, e a instalação deve começar em fevereiro, seguindo até julho.

Fotos dos escoramentos: Julien le Bras/Le Bras Frères
Fotos dos escoramentos: Julien le Bras/Le Bras Frères

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s