Macaron, um dos carros-chefe da confeitaria francesa

Para os amantes da confeitaria, viajar pela França e não comer um macaron é quase uma heresia. Macaron é aquele pequeno doce arredondado, colorido e perfumado, à base de pasta de amêndoas, clara de ovo e açúcar, com recheio variado.

IMG_1340

O macaron não é uma invenção francesa, mas foi na França que ganhou requinte e notoriedade.

Suas origens não são tema pacífico. Acredita-se que a ideia nasceu nas regiões do Oriente Médio e Magrebe, onde a prática de fazer bolos e doces com açúcar e pasta de amêndoas era frequente.

Na Europa, o macaron surgiu na Idade Média, sem cor nem perfume. A produção que remete ao formato atual começou na Itália e o seu desenvolvimento e diversificação, na França.

Pelas ruas de Paris, a variedade de macarons pode ser conferida nas vitrines das grandes pâtisseries. Quanto mais refinado, mais caro, mas nada que comprometa o bolso. Se não conhece, vale provar.

Em confeitarias de renome, como a do chef pâtissier Pierre Hermé, é possível consumir um bom macaron por 2 euros, já que a venda é por peso, ou, se preferir, comprar uma caixa com 18 unidades por 50 euros. Na Ladurée, outra confeitaria badalada, tem caixas com 12 por 30 euros. E na Fauchon, caixa com 32 macarons por até 60 euros.

Vai depender da gula!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s