Notre Dame de Paris reforça estruturas para projeto de reconstrução

A vida segue (aparentemente normal) no entorno da Notre Dame de Paris, apesar do isolamento da catedral desde seu incêndio em abril. As notícias sobre a sua reconstrução, seja tal como era, seja ‘repaginada’ com elementos contemporâneos, não são animadoras.

O arcebispo de Paris, Michel Aupetit, em entrevista ao programa “8.30 franceinfo”, informou que só em março de 2020 será possível saber o custo total da reconstrução e o tempo estimado que levará para a obra ser concluída. Até o momento, já foram pagos, segundo o arcebispo, 31 milhões de euros para a consolidação da estrutura da catedral.

JCSPE9481

Desde abril, a Notre Dame passa por um processo de limpeza e reforço na segurança de suas paredes, abaladas com o incêndio do teto e queda da flecha. Como mostra a foto, depois de quase seis meses do incêndio, os reforços nas estruturas começam a ficas mais visíveis.

Para Michel Aupetit, ainda é cedo para dizer que a reconstrução da Notre Dame estará concluída até 2024, quando a França sedia os Jogos Olímpicos, como deseja o presidente Emanuel Macron.

PIENE8503
Calçadão da catedral permanece isolado. Ruas ao entorno estão liberadas, de onde se pode fazer uma bela imagem para a sua viagem.

O arcebispo de Paris afirmou que ainda há riscos de desabamento, porque subsistem na estrutura aproximadamente 500 toneladas de andaimes que haviam sido instalados para a recuperação da catedral, antes do seu incêndio, e que ‘trabalharam’ com o fogo.

Operários, com o auxílio de cordas, devem iniciar nas próximas semanas a desmontagem dos antigos andaimes, processo que não tem tempo definido para estar finalizado.