No outono, passeios a pé em Paris ganham mais charme e cores

Paris está ‘mergulhada’ no outono, das margens do Sena, com vista para a Notre Dame, aos grandes parques da cidade, como o Bois de Vincennes, o Jardim de Luxemburgo e o Parque Floral de Paris. A região do entorno também mudou de cor, como os domínios do Château de Versailles, 40 minutos distante de trem da capital francesa.

Folhas caindo, vento forte e muitas cores compõem esse cenário ideal para passeios a pé, de preferência acompanhados com quem conhece a cidade. Uma beleza única, com duração programada, porque daqui a pouco chega o inverno, quando Paris fica mais cinza e fria.

O Bois de Vincennes é um grande bosque, localizado na divisa entre a capital francesa e a cidade vizinha, Vincennes. Local ideal para caminhadas e aqueles passeios com pequenos barcos a remo, oferece cenários que podem agregar emoção – e um certo bucolismo – à sua viagem.

Essa área verde é reminiscência de uma antiga floresta que cercava Lutèce, antes de mudar de nome para Paris. Foi propriedade da igreja católica, depois da monarquia francesa, até tornar-se bem nacional durante a Revolução Francesa.

O Bois de Vincennes tem 995 hectares, considerado o maior espaço verde de Paris. São quatro lagos, interligados por rios que atravessam o bosque.

O Jardim de Luxemburgo é ótima opção de passeio em qualquer época do ano. Oferece beleza em dose dupla, com o ‘espelho’ d’água da Fonte de Médici, mantido pelo Senado francês e que reflete o ambiente de outono como nenhum outro monumento parisiense. O parque público abre cedo, às 8 horas, inclusive no horário de inverno já em vigor.

VEDW9026

Infinitas possibilidades de destinos a partir desse ‘ícone’, preferência número 1 dos parisienses em qualquer estação do ano. Distante 550 metros, está o Panteão, o mausoléu dos ‘heróis’ civis franceses; a 600 metros, a Saint Sulpice, igreja cujas paredes têm a marca do mestre Eugène Delacroix; a 650 metros, o Museu de Cluny, que guarda tesouros da Idade Média e relíquias da Paris que já foi Lutèce; a 700 metros, a Sorbonne, a universidade com raízes no século 13.

Não importa a direção que tomar. Por todos os lados, o Jardim de Luxemburgo nos convida a experimentar novos passeios pela capital francesa.

O Parque Floral de Paris faz parte do Jardim Botânico francês e, no outono, muda de cor de forma radical. Com pequenos animais integrados ao espaço, é um ótimo endereço para passar o dia com a família, divertir as crianças, e tirar belas fotos.

As folhas das árvores ficam vermelhas, amarelas, marrons, o que, misturado ao verde que persiste na paisagem, forma uma paleta de cores própria. No outono, a entrada no parque é gratuita. Um convite para participar das atividades de lazer oferecidas nessa época do ano.

Gostou de ver Paris colorida? Está na cidade ou planejando conhecer em 2020? O outono é uma estação bem especial, com temperaturas mais amenas que as do verão e do inverno, com um visual de tirar o fôlego.